Conheça os desafios das instituições brasileiras e esteja preparado!

Você sabe quais são os principais desafios das instituições brasileiras nos dias de hoje? Em meio a um cenário conturbado, com a economia, o mercado e a sociedade passando por mudanças inesperadas e imprevisíveis, os gestores e equipes não param de ser surpreendidos.

Como o assunto é bem amplo, o Blog Next conversou com Armando Lourenzo Moreira Junior, professor do MBA em Finanças e Controladoria USP/Esalq, que deu uma aula sobre as instituições brasileiras e seus maiores desafios nos dias de hoje. Não dá pra perder, né?

Leia mais: Conheça o MBA em Finanças e Controladoria USP/Esalq

Principais e atuais…

Essas são as características que conseguem explicar os desafios que as instituições brasileiras enfrentam hoje. Isso porque eles envolvem desde o cenário atual, de crise pandêmica, até a digitalização em nível global e que se faz presente no mundo todo. Moreira divide os desafios em quatro:

  • Pandemia: o país e as empresas estão passando por essa situação que tem afetado a todos, do ponto de vista da saúde ou mesmo econômico.
  • Desenvolvimento das pessoas: investir em qualificação para enfrentar os desafios da competitividade que está se impondo globalmente às organizações.
  • Transformação digital: processo pelo qual as empresas estão passando e que sinaliza os próximos passos para investir em pilares como digitalização, inovação, mudança de mindset entre outros.
  • Eficiência: com o alto índice de inflação e um mercado com dificuldades e incapaz de aumentar e repassar seus preços, a única solução é ser mais eficiente e, assim, gerar bons resultados operacionais.
Pessoas em uma mesa trabalhando e enfatizando o combate aos desafios das instituições brasileiras. Uma mulher rindo.
Quando você tem esse tipo de quadro, a procura pela eficiência é essencial e envolve tecnologia e qualificação de pessoas para enfrentar os desafios das instituições brasileiras.

Leia mais: 4 motivos para estudar Finanças e Controladoria e melhorar seus resultados!

O efeito “pandemia”

É claro que, entre os desafios citados, a pandemia é atualmente o mais impactante. Segundo o professor, “ela influenciou a todos em aspectos emocionais, de saúde, psicológicos e econômicos, e as organizações também sentem esses efeitos.”

“No que tange às organizações especificamente, houve, em um primeiro momento, uma grande redução no faturamento de boa parte das empresas, que ficaram em uma situação financeira muito difícil pois tiveram que manter seus custos fixos sem ter um faturamento”, analisa.

Moreira continua: “Além disso, há também o desafio que se impõe emocionalmente a todas as pessoas que estão vivendo nessa situação. Lentamente, a situação foi melhorando e o faturamento subindo. Assim, as organizações estão tentando sair dessa crise um pouco melhores do que entraram no começo da pandemia.”

Fica então a pergunta…

Qual é a postura da gestão frente aos desafios das instituições brasileiras?

Gerenciar equipes é um desafio por si só e, com tudo o que já falamos até aqui, tem se tornado cada vez mais difícil. Ainda assim, em momentos de adversidade, algumas características se mostram essenciais para uma boa gestão.

Moreira enfatiza que a postura do gestor frente aos desafios é muito ampla, mas destaca a inteligência emocional como uma habilidade que faz a diferença. “Em momentos desafiadores ou mesmo crises, é exigido do líder a capacidade de possuir equilíbrio emocional e autocontrole em relação às suas emoções e, ao mesmo tempo, a empatia para entender as emoções de outras pessoas e lidar com elas.”

O professor também destaca a adaptabilidade. “Nós não sabemos como será o futuro, por isso devemos ser adaptáveis a qualquer cenário”, aconselha.

Gerenciando uma equipe em meio aos desafios

Se essas características de uma boa gestão são tão essenciais para enfrentar os desafios das instituições brasileiras, como um gestor deve preparar sua equipe? Segundo o professor, a gestão é como um “espelho”.

“Tanto a adaptabilidade quanto a inteligência emocional são competências que levam os líderes a lidarem bem com desafios empresariais, e por isso eles devem espelhar essas habilidades para os colaboradores, além de investir em treinamentos e ações de desenvolvimento para qualificação de pessoas.”

Lâmpadas acesas em um movimento físico-dinâmico simulando um grupo de pessoas qualificadas e trabalhando em equipe para enfrentar os desafios das instituições brasileiras.
Os desafios das instituições brasileiras exigem que os líderes levem essas competências para as equipes, de forma que elas também as desenvolvam.

Como enfrentar os desafios das instituições brasileiras

Para finalizar nossa conversa, Moreira comenta os métodos e estratégias que surgiram como opções viáveis no mundo empresarial, enfatizando algo tão atual quanto a pandemia: a transformação digital.

“É difícil falar quais métodos e estratégias ficaram para trás, pois muitas vezes utilizamos as técnicas anteriores de uma forma atualizada. Ainda assim, podemos dizer que o grande desafio, em termos de estratégia, e que está aqui hoje, é a transformação digital. Não somente na conversão de arquivos analógicos em digitais, mas na aplicação de novas tecnologias, na cultura inovadora e na mudança de mindset para que todos entendam esse novo movimento”, finaliza o professor.

Agora que você conheceu os principais desafios das instituições brasileiras, que tal entrar de vez no mundo de Finanças e Controladoria e se inscrever no MBA USP/Esalq? São aulas online para você ver de onde quiser e ainda conhecer pessoas de todo o país! Aproveite!

Você também pode gostar desses conteúdos:

Autor (a)

Compartilhar

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here