4 erros de gerenciamento de redes sociais que você não sabe que está cometendo

Se te perguntassem hoje quais os erros de gerenciamento de redes sociais mais comuns, você saberia responder? Por mais que elas já façam parte do cotidiano empresarial, muitos profissionais não sabem utilizar essas ferramentas corretamente e acabam cometendo pequenos deslizes que podem fazer diferença no futuro.

Para que você seja a exceção no mercado, Liliane Ferrari, professora do MBA em Marketing USP/Esalq, conversou com o Blog Next para elucidar o assunto de uma vez por todas.

Em sua última matéria, Liliane mostrou cases de sucesso nas redes sociais e alguns cuidados relevantes e necessários. Dessa vez, a professora identifica quais erros de gerenciamento de redes sociais são os mais populares e os segredos para um bom planejamento. Vem ver!

Direto ao ponto

Para a professora, o uso das redes sociais é mais complexo do que parece, e, como vimos nas últimas matérias sobre o tema, é essencial que os profissionais estejam constantemente estudando e se atualizando.

Leia mais: Por que é importante estudar as redes sociais e começar hoje!

Confira, então, os erros comuns, de acordo com Liliane:

  • Tratar postagens como anúncios: não se engane. Há uma grande diferença entre postagens e anúncios. As postagens podem ser orgânicas, sem nenhuma aplicação monetária e, devido a isso, sem um grande alcance ou envolvimento; ou podem ser impulsionadas, em que a postagem será paga para ter um alcance maior, focado no envolvimento geral do usuários em curto prazo. No caso dos anúncios, trata-se de uma ferramenta com um trabalho muito mais aprofundado e que foca em um público específico e utiliza opções de segmentação mais completas.
  • Deixar o perfil desatualizado: manter o perfil atualizado é um requisito para quem almeja o crescimento de um negócio. Isso porque um perfil desatualizado demonstra falta de investimentos em comunicação e displicência com algo tão atual e necessário, que é o relacionamento da empresa com os seus clientes e leads. O que nos leva ao próximo erro…
  • Não interagir com o público: aqui está um erro muito frequente. A falta de comunicação e interação com o público resulta em uma imagem de uma empresa fria e sem conexão nenhuma com seus clientes. Por isso, o ideal é que haja interação em todo momento, por meio do envolvimento em causas e questões sociais, enquetes, pesquisas etc.
  • Não analisar insights de resultados: e de nada valem os investimentos em pesquisas e estudos das redes sociais se não houver uma análise precisa sobre os insights de resultados. Por isso, não os analisar é um erro grave e, infelizmente, bastante comum.

Leia mais: O que é um conteúdo atrativo para o digital?

São vários os erros de gerenciamento de redes sociais e, para Liliane, o bom planejamento pode ser a solução. Assim, quem não possui um bom planejamento pode correr sérios riscos…

Os riscos da falta de planejamento

Como é de se esperar, gerenciar redes sociais exige esforço e investimento contínuo, e quem não possui um bom planejamento pode acabar até mesmo perdendo tempo e dinheiro.

“Os riscos são muitos, desde perda de energia e investimento fazendo um conteúdo ‘por fazer’, sem sintonia com o negócio em si, seja porque não tem planejamento, ou porque fica muito tempo sem publicar e vai perdendo o alcance, até uma crise eventual, por alguma mensagem não respondida ou respondida de maneira que gere um atrito”, explica Liliane.

Leia mais: Era da assistência, Google e os micro-momentos: uma relação entre marca e consumidor

Como criar um bom planejamento

Mas, afinal, como fazer um bom planejamento? Confira a dica da professora para não errar mais!

“É importante alinhar os objetivos de negócio da marca com os contextos, momentos sazonais de consumo e o conteúdo a ser produzido, de modo que tudo esteja convergindo para que a marca venda mais, tenha melhor posicionamento no mercado e aumente sua percepção e reputação junto ao público.”

Além disso, Liliane ainda explica a importância do foco e da estratégia específica para um determinado objetivo.

“Se o objetivo da marca num período é aumentar o reconhecimento de seus diferenciais, os posts devem focar nesse tema e não serem feitos de maneira aleatória apenas porque uma foto é bonita, por exemplo”, explica a professora.

Agora que você aprendeu sobre os erros de gerenciamento de redes sociais, não tem mais como errar, né? Aproveite e se inscreva no MBA em Marketing USP/Esalq e faça a diferença no mercado de trabalho!

Você também pode gostar desses conteúdos:

Autor (a)

Compartilhar