Como fazer uma gestão baseada em valor eficaz

No atual cenário, em que mudanças são ainda mais comuns e frequentes, métodos da gestão baseada em valor podem suprir a demanda de adaptações que, cada vez mais intensas, necessitam da atenção dos especialistas. Empresas que lidam diariamente com a concorrência e se preocupam com seus valores e tradições podem usar esse modelo estratégico que, de maneira expressiva, influencia diretamente nos resultados no mercado.

Para nos aprofundarmos no tema, conversamos com o professor Fabiano Guasti Lima, do MBA em Finanças e Controladoria USP/Esalq, que trouxe um panorama sobre a importância da gestão baseada em valor e seu potencial para transformar parâmetros econômicos e potencializar a renda de empresas. Vamos entender mais sobre o assunto?

O conceito da gestão baseada em valor

Segundo o professor, a gestão baseada em valor é, em essência, um conjunto de estratégias financeiras e de capacidades diferenciadas que visam direcionar a empresa para alcançar o objetivo final de maximizar seu valor no mercado. De forma resumida, essa metodologia é ideal para o desenvolvimento dos negócios, de curto a longo prazo, de forma que a empresa se torne ainda mais competitiva.

Outro ponto importante da gestão baseada em valor é compreender o conceito de lucro econômico. Isso, por sinal, está diretamente relacionado à metodologia e envolve a receita de uma organização e os custos gerados pelos investimentos de capital.

“O valor de uma empresa é determinado pelo seu potencial futuro em produzir retornos de caixa que, quando trazidos a valor presente por uma taxa de desconto que remunera o risco do negócio (custo de oportunidade), produzem o valor econômico da empresa. Em outras palavras, ao gerar este retorno em excesso ao custo de oportunidade, medida definida como lucro econômico, diz-se que a empresa criou riqueza econômica ou goodwill”, explica Lima. 

“A apuração de lucro econômico é a principal sinalização de criação de valor. Indica o quanto a empresa é capaz de pagar aos seus acionistas/sócios acima do retorno mínimo exigido. São estratégias de longo prazo que preveem a continuidade da empresa sempre com o objetivo final de maximização da riqueza.”

Os pilares da gestão baseada em valor

Conquistar os objetivos da empresa depende de uma estratégia previamente estabelecida e que utiliza diversos meios e métodos. Para isso existem os pilares da gestão baseada em valor. Conheça alguns deles:

  • Cultura corporativa: é o passo inicial que permeia todo o processo da gestão baseada em valor dentro de um negócio. Isso porque a cultura corporativa segmenta princípios, processos e tomadas de decisões. Para ter êxito, é importante fazer com que todos os colaboradores se identifiquem e estejam alinhados. Dessa forma, a cultura corporativa será relevante no dia a dia da empresa e todos exercerão uma postura profissional responsável e permeada de boas práticas.
  • Incentivo constante ao desenvolvimento profissional: esse é outro passo fundamental, pois é por meio dele que os gestores e líderes garantem o desenvolvimento da empresa como um todo. Com incentivos constantes ao desenvolvimento profissional, a empresa terá, com sucesso, uma gama de colaboradores antenados com o negócio e preparados para as atividades. Isso é importante para que as transformações do mercado não afetem de maneira negativa a organização e para que o plano de carreira dos colaboradores seja atrativo e recompensador. Se quiser saber mais sobre employee experience (ou a experiência do colaborador), clique aqui!
  • Avaliações de desempenho: para finalizar, as avaliações de desempenho visam o acompanhamento diário do desenvolvimento profissional proposto acima. Assim, é possível realizar análises e encontrar possíveis melhorias que impactam diretamente na performance dos colaboradores.

Lima ainda complementa explicando que as empresas devem estar totalmente comprometidas em lidar com os fatores que atuam sobre o valor, os chamados direcionadores de valor. Ele elenca os principais:

  • oportunidades de crescimento da empresa;
  • escala de produção;
  • aumentos de giro do capital investido e da margem operacional;
  • diversificação do risco dos negócios;
  • elaboração de uma estrutura ideal de capital;
  • análise de unidades de negócios dispendiosas que não agregam valor e poderiam ser vendidas;
  • entre outras que possam atuar nos níveis operacionais, de investimentos e de financiamentos.

“A existência de lucro líquido conforme apurado pela contabilidade não garante a remuneração do custo de oportunidade dos proprietários de capital. O lucro que é relevante para a gestão baseada em valor é o lucro econômico”, completa.

A importância da gestão baseada em valor para empresas

Pensar em uma gestão baseada em valor significa englobar todos os colaboradores, até mesmo a liderança, e exige uma contribuição ativa para que seja funcional. Assim, a organização se beneficia e, consequentemente, aumenta o valor do negócio. Com uma boa aplicação dessa metodologia, pode-se esperar melhorias para:

  • Gestão de pessoas: com os incentivos e acompanhamento dos colaboradores, as relações dentro do negócio passam a ser mais efetivas, potencializando a disseminação da cultura organizacional e corporativa.
  • Relação com fornecedores e stakeholders: com a gestão baseada em valor, a empresa melhora sua imagem com parceiros, concorrentes e fornecedores, garantindo melhores relações e resultados. Além disso, essa metodologia trabalha de forma contínua, visando a otimização de maneira geral.

 “Empresas devem se organizar para cada situação existente e planejar seus processos com base na sua cultura e nas suas metas de desempenho sempre com o objetivo de agregar riqueza. Da mesma forma, qualquer investidor vai buscar um resultado que remunere uma taxa mínima desejada de retorno para cada situação de risco que escolhe investir.”, conclui o professor.

E você, já adotou a gestão baseada em valor na sua empresa ou está pensando em começar? Especialize-se no assunto com o MBA em Finanças e Controladoria USP/Esalq!

Autor (a)

Compartilhar

2 COMENTÁRIOS

  1. Sem ter feito o MBA em Finanças, recomendo muito o curso, só pelas aulas que tive com esse Professor (eu Curso MBA em Varejo).Além do amplo domínio da matéria, a didática aplicada, facilita o entendimento completo do assunto.

    • Oi Valdoir! Muito obrigada pelo seu comentário! O professor Fabiano realmente dá um show nas aulas.
      E, como você cursa Varejo, hoje entrou aqui no Next uma matéria falando sobre as tendências do setor. Acho que você vai gostar de acompanhar!
      Estamos à disposição.
      Abraços!

Comments are closed.