Em busca de protagonismo na carreira? Tem dicas chegando com o MBX

A vida profissional é marcada por uma variedade de momentos. Altos e baixos, dias bons e dias ruins, sucessos e frustrações. Diante disso, uma coisa é certa: as grandes oportunidades só se apresentam quando damos atenção ao nosso protagonismo na carreira.

Para quem nunca se imaginou guiando os rumos da própria vida profissional, falar sobre protagonismo na carreira pode ser uma novidade. Agora, mais do que nunca, trabalhar passivamente esperando pelo dia da aposentadoria ou que alguém com mais competências te substitua deixou de fazer sentido.

É hora de construir e fortalecer relacionamentos, trabalhar a marca pessoal e usar ferramentas digitais a seu favor para ser um profissional que vai além e, é claro, se sente realizado.

Quer saber como? Conversamos com Flavia Gamonar, especialista no assunto, autora e instrutora oficial do LinkedIn Learning e palestrante do nosso MBX – MBA Experience, que começa no próximo dia 23 de junho. Confira:

De coadjuvante a protagonista

É um erro achar que para colher bons frutos basta apenas espalhar boas sementes. Preparar, plantar, regar, acompanhar, cuidar e fortalecer as estruturas do cultivo são os processos exigidos para, de fato, ter resultados. Usando esta analogia, fica fácil entender que o sucesso profissional também exige um cuidado desde os primeiros passos.

“O mundo muda cada vez mais rápido. Há tantas vagas sem candidatos e, ao mesmo tempo, tantas pessoas sem trabalho. Olhar para esses movimentos, se adequar, se avaliar e se autoconhecer são formas de não ficar parado e de se conectar com o que é e o que gosta”, explica Flavia.

Segundo ela, quando temos objetivos profissionais, precisamos estabelecer um planejamento de gestão de carreira que inclua flexibilidade para avaliar as oportunidades onde elas estiverem. Portanto, o protagonismo na carreira só acontece quando nos movemos para desenvolver novas competências e habilidades.

Falta de protagonismo na carreira

Apesar de soar tão óbvio, nem todas as pessoas entendem a importância de trabalhar o próprio protagonismo na carreira, já que o assunto muitas vezes nem é discutido.

“Muitos sequer sabem que é possível fazer esse planejamento e ficam à deriva, esperando sempre pelo dia em que alguém vai chegar e dar a grande chance da vida”, lembra a Flavia.

A palestrante informa que, durante o tempo de espera, uma pessoa que não pensa no seu protagonismo também deixa de ser criativa, ignora as ocasiões de networking, as chances de encontrar nichos com mais demandas e os espaços em que conseguiria se diferenciar como profissional.  

Portanto, o tema protagonismo na carreira é importante para estimular um profissional a refletir sobre o que quer para a própria jornada, além de entender o que valoriza ou não para o seu dia a dia.

“No início de carreira vamos aprender, errar, testar e ganhar experiência. Construir aos poucos essa noção sobre nós ajuda a saber para onde ir e como aproveitar bem as oportunidades”, reforça.

Cuidado com suas interpretações

Autoconhecimento é um processo lento e, muitas vezes, doloroso. Desconfie de quem disser o contrário. É a partir dessa descoberta que podemos traçar o nosso protagonismo na carreira, basicamente porque passamos a entender sobre coisas que não pareciam simples, como:

  • Do que gostamos
  • No que somos bons
  • Como construir uma imagem de forma autêntica

“Com autoconhecimento, não precisamos ensaiar ou decorar nada, apenas somos e vivemos. Isso nos permite demonstrar melhor quem somos, como estamos disponíveis ou podemos ser acessados, além de conseguirmos tomar decisões melhores sobre o quem vem a seguir.”

Dê início ao seu protagonismo!

Se você quer começar a planejar melhor o seu protagonismo na carreira, não deixe de conferir algumas dicas que a Flavia vai trazer durante a palestra “Protagonismo na carreira: marca pessoal, networking e conteúdo para ir além”, que será parte da programação do MBX.

“Vamos falar sobre a importância de entender no que somos bons, no que podemos melhorar e como dar os próximos passos. Muitas vezes achamos que o outro é o responsável por nos dar oportunidades e deixamos o nosso protagonismo de lado”, diz a especialista.

Além das dicas essenciais, a palestrante também vai abordar ferramentas que ajudam a fortalecer a marca pessoal e a ampliar o protagonismo na carreira, como o LinkedIn, que oferece, acima de tudo, caminhos para a conexão com mais pessoas, empresas e trabalhos.

Quer descobrir o quanto você pode mudar seus rumos profissionais e conectar-se com oportunidades que nunca enxergou antes? Que tal fazer tudo isso buscando satisfação e felicidade?

Se inscreva hoje no MBX e participe dessa troca de experiências!

Autor (a)

Ana Rízia Caldeira
Boa ouvinte, aprecio demais os momentos em que posso ver o mundo e conhecer as coisas pelas palavras das outras pessoas. Não por menos, entrei para o jornalismo. E além de trazer conteúdos para o Next, utilizo minhas habilidades de apuração e escuta para flertar com a mini carreira de apresentadora nos stories do MBA USP/Esalq, no quadro Você no Camarim. Quando não estou me ocupando em ser a garota dos textos e do Instagram, gosto de usar meu tempo para devorar livros, acompanhar algum bom filme, enfeitar minha casa com tapetes de crochê, desenhar flores e abusar dos meus dotes na cozinha.

Compartilhar