Pescoço de SMS: o celular está interferindo na sua postura?

Quantas vezes você se viu quase trombando com algum objeto ou pessoa por estar caminhando e olhando para o celular? Não é nenhuma novidade que os uso dos dispositivos móveis aumentou exponencialmente na última década. Com isso, o corpo humano adquiriu uma nova postura chamada pescoço de SMS.

Isso quer dizer que o tempo que ficamos olhando para nossos celulares e tablets influencia gradativamente no nosso corpo e o peso da cabeça acaba forçando nossa região cervical (porção da coluna vertebral que forma o pescoço).

Apesar do nome da síndrome – pescoço de SMS – as trocas de mensagens nos dispositivos móveis não são as únicas responsáveis por essa alteração de postura. Ela é só mais uma ação que coloca as pessoas nessa posição.

Atividades

Você pode estar se questionando: outras atividades que não são tão modernas também exigem que olhemos para baixo, como algumas posições de leitura e até quando dirigimos.

O principal agravante dos dispositivos móveis é a possibilidade de inúmeras atividades em uma mesma plataforma, diferentemente do livro, que só permite uma. Sem que você perceba, um aplicativo leva a outro e você fica muito mais tempo olhando para uma tela do que passaria lendo um livro.

Então, vale ficar de olho para tentar prevenir a inflamação dos tecidos do pescoço, que causa tensão muscular e a consequente alteração natural na curvatura.

E atenção redobrada para quem tem crianças em casa ou na área de convívio. Como ainda estão em fase de desenvolvimento, os pequenos podem apresentar danos permanentes à região cervical.

Confira algumas consequências do pescoço de SMS e algumas técnicas para começar a se cuidar agora mesmo!

Consequências

Além da alteração física na postura, o próximo sintoma do pescoço de SMS são as dores nas costas, ombros e região cervical. Nossa coluna vertebral tem ligação com todo o resto do nosso corpo.

Por isso, se esses primeiros sinais não forem tratados com atenção, eles podem evoluir para situações mais graves como:

  • Desgaste prematuro da coluna
  • Surgimento de hérnias de disco
  • Redução da capacidade pulmonar
  • Dores de cabeça
  • Doenças cardíacas

Prevenção

O tratamento do pescoço de SMS começa com a prevenção. Fique de olho em algumas dicas:

  • Segure o celular na altura da linha dos olhos. Isso vale para todas as telas, desde dispositivos móveis como tablets até computadores e televisões.
  • No escritório ou em casa, certifique-se de estar olhando para frente quando estiver olhando para uma tela. Alinhe a cabeça com os ombros e coluna.
  • Faça intervalos e deixe seu celular e notebook de lado durante esses períodos. Se ficar mais fácil, coloque alarmes e despertadores no próprio celular para se lembrar de se levantar e ficar sem os dispositivos a cada 30 ou 45 minutos.

Qualquer atividade feita olhando para baixo durante longos períodos coloca um peso excessivo no pescoço.

Exercícios

Algumas atividades físicas ajudam tanto na prevenção quanto no tratamento do pescoço de SMS.

  • Comece com alongamentos e exercícios para o pescoço, ombros e braços.
  • Fortaleça os músculos que dão sustentação para o tronco como um todo. São os abdominais e a parte inferior das costas. Esses músculos não são exercitados normalmente nas nossas atividades diárias, por isso é interessante selecionar exercícios específicos para esse fortalecimento.

As atividades físicas devem ser acompanhadas e supervisionadas por um profissional, como fisioterapeutas e educadores físicos. A falta de orientação pode ocasionar novos problemas.

Você já conhecia o pescoço de SMS? Se gostou do tema, que tal conferir também sete dicas para usar o celular de forma mais saudável e consciente?

Autor (a)

Marina Petrocelli
Mais de 12 anos se passaram desde minha primeira experiência com Comunicação Social. Meus primeiros anos profissionais foram dedicados às rotinas de redações com pouca ou nenhuma relevância digital. O jornalismo plural se resumia em apurar os fatos, redigir a matéria e garantir uma foto expressiva. O primeiro sinal de mudança veio com a proposta para mudar de realidade e experimentar um formato diferente de produzir. Daí pra frente, as particularidades do universo do marketing se tornaram permanentes. Ah! Também me formei em Direito (com inscrição na OAB e tudo). Mas nem tudo se resume às minhas habilidades profissionais. Como produtora de conteúdo, me interesso por boas histórias, de pessoas reais ou em séries, filmes e livros, especialmente distopias. Gosto de montar roteiros de viagens e reconhecer estrelas e constelações em um aplicativo no celular. Museus, música e arte no geral chamam minha atenção, assim como cultura pop.

Compartilhar

DEIXE UM COMENTÁRIO

Please enter your comment!
Please enter your name here