Palestras do SIM abordam habilidades técnicas e comportamentais

Sempre de olho nas tendências do mercado, a 13ª edição do evento SIM reuniu palestras que amplificam as habilidades técnicas e comportamentais dos participantes. Com cerca de 40 horas de apresentações, divididas entre sábado (14) e domingo (15), a programação foi montada de acordo com os perfis mais recentes de profissionais buscados pelas empresas.

Os conteúdos das palestras são exclusivos para quem adquirir os ingressos do evento, disponíveis no site do SIM. Além das apresentações, o SIM recebe as apresentações de monografia dos alunos dos MBAs USP/Esalq e é palco para debates e bate-papos sobre carreira e futuro.

Mais de 5 mil pessoas participaram, na última edição, das apresentações de monografia e das palestras e ainda se conectaram, garantindo o bom networking oferecido pelo evento.

Temas

Com o objetivo de contribuir com o desenvolvimento das habilidades técnicas e comportamentais de quem passar pelo SIM, o evento recebe, no domingo (15), palestras com temas como Transformação Digital e Ágil, Práticas de Ciência Forense no Steam, Data Science no Ambiente Corporativo, Storytelling e workshop de desenvolvimento de monografia.

O Blog Next separou alguns destaques para você acompanhar durante a programação do SIM.

Propriedade Intelectual

O professor Ademir Geraldo Cavallari Costalonga, do Instituto Federal de Educação de São Paulo – campus Capivari, ministra a palestra Propriedade Intelectual. O tema está inserido no Direito de Propriedade, que garante que qualquer cidadão tem o direito permanente de possuir bens.

“Quando o assunto é propriedade intelectual, falamos da proteção que o autor tem sobre sua criação. É de caráter temporário e assegura que, depois que algum tempo, a sociedade possa usufruir livre e gratuitamente das criações do intelecto humano”, explica Costalonga.

Portanto, a propriedade intelectual é uma proteção das criações da mente: invenções, obras artísticas em geral, produção acadêmica e símbolos, nomes ou imagens utilizadas no comércio.

A ideia é estimular a atividade criativa por meio de um mecanismo de proteção legal para a promoção do desenvolvimento econômico e tecnológico da sociedade. Esse assunto está inserido nas habilidades técnicas e comportamentais que compõem o cenário atual do mercado de trabalho.

Apresentação Oral da Monografia

A dificuldade em fazer uma apresentação oral é muito comum. Por isso, Thais Cristiane Campos de Moraes, bibliotecária da Divisão de Biblioteca da Esalq/USP, vai conversar com os participantes do SIM sobre insegurança, ansiedade, timidez e falta de experiência em falar em público.

“Algumas regras básicas podem ajudar o profissional a realizar uma boa apresentação: agir com naturalidade, planejar e controlar o tempo, ter domínio do conteúdo e atenção ao modo de falar, ter cuidado com os gestos e posturas, estar atento com o conteúdo dos slides entre outros”, adianta Thais.

As dicas da palestra contribuem com a formação do profissional alinhado com as habilidades técnicas e comportamentais exigidas pelo mercado. “Saber lidar com essas regras básicas permitirá ao profissional uma vantagem competitiva no momento da defesa de seu projeto, pois transmitirá confiança sobre o assunto”, comenta.

Você vai participar de alguma dessas palestras? Comente aqui!

Confira programação completa da 13ª edição do evento SIM.  

Autor (a)

Marina Petrocelli
Mais de 12 anos se passaram desde minha primeira experiência com Comunicação Social. Meus primeiros anos profissionais foram dedicados às rotinas de redações com pouca ou nenhuma relevância digital. O jornalismo plural se resumia em apurar os fatos, redigir a matéria e garantir uma foto expressiva. O primeiro sinal de mudança veio com a proposta para mudar de realidade e experimentar um formato diferente de produzir. Daí pra frente, as particularidades do universo do marketing se tornaram permanentes. Ah! Também me formei em Direito (com inscrição na OAB e tudo). Mas nem tudo se resume às minhas habilidades profissionais. Como produtora de conteúdo, me interesso por boas histórias, de pessoas reais ou em séries, filmes e livros, especialmente distopias. Gosto de montar roteiros de viagens e reconhecer estrelas e constelações em um aplicativo no celular. Museus, música e arte no geral chamam minha atenção, assim como cultura pop.

Compartilhar