Empreendedorismo do futuro: como será o mundo dos negócios?

empreendedorismo do futuro

Para quem vive diariamente o mundo dos negócios uma dúvida comum é como será o cenário para o empreendedorismo do futuro. Quem pensa em arriscar nos próximos cinco ou dez anos já deve ficar atento para seguir as tendências e conseguir prosperar.

Mesmo para as empresas já consolidadas no mercado e na segmentação que atuam, se adequar é essencial para manter o negócio. Confira cinco tendências para o empreendedorismo do futuro!

Mais qualidade

O fato é que os consumidores não aceitam mais produtos de qualidade medíocre. A exigência aumenta junto à possibilidade de compartilhar opiniões com outros clientes na internet. As empresas que não apresentam um produto ou serviço bom de verdade tendem a não prosperar.

No futuro isso será ainda mais evidente. A qualidade é pré-requisito de qualquer produto, mas ainda há muita propaganda enganosa por aí. Isso, porém, não vai durar muito. Hoje em dia, um comentário negativo sobre uma empresa pode ganhar repercussão e praticamente destruir a imagem dela – mesmo que seja consolidada.

Por isso, para o empreendedorismo do futuro, o ideal é pensar, antes de tudo, em qualidade. Não adianta ter uma marca bem estruturada e uma boa campanha de marketing se seu produto não entrega o que promete.

Ensino empreendedor

Uma novidade para o empreendedorismo do futuro é que as escolas passarão a abordar esse tema com mais frequência. O assunto vai além de apenas abrir um negócio, mas diz muito sobre transformar realidades e enxergar oportunidades nos problemas.

Hoje em dia já existem algumas escolas que possuem disciplinas voltadas para o tema. No futuro, a tendência é isso crescer cada vez mais e ser assunto de debates casuais, comum à maioria das pessoas – o que vai incentivar a nova geração a ser empreendedora.

Crescimento rápido

Hoje em dia já é comum observar uma empresa que abriu há poucos anos desaparecer do mercado e fechar. Assim como é igualmente recorrente ver empresas de dois ou três anos fazendo muito sucesso.

A aceleração é uma característica habitual da era digital e no empreendedorismo do futuro isso tende a expandir. Ou seja, as empresas terão crescimento acelerado – assim como alta chance de fechar as portas logo nos primeiros anos.

Por isso, para os que pensam em empreender é preciso ter uma boa estratégia traçada, seguir as tendências do segmento e inovar sempre, se adequando ao mercado. Assim, as chances de crescer e atingir os objetivos mais rapidamente são maiores.

Sustentabilidade

Se hoje a sustentabilidade já é uma preocupação constante das organizações, no empreendedorismo do futuro será ainda maior. O cuidado com o planeta é um fator que influencia a relação da empresa com seus clientes. Por isso para quem pensa em empreender, esse tópico deve ser considerado.

É preciso pensar em atitudes para minimizar o impacto ambiental do seu produto no mercado antes mesmo de começar a empresa. Diminuição do uso de plástico, reciclagem e redução da quantidade de lixo produzido estão entre as principais ações que estarão presentes nas empresas do futuro.

Digital = sucesso

Esse não é um pré-requisito somente para quem vai empreender: quem já está no mercado também deve se adequar. Estar no ambiente online é essencial, seja nas redes, com um site ou marketing digital.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), quase 65% dos brasileiros têm acesso à internet. Isso quer dizer que mais de 115 milhões de pessoas estão conectadas no país – e podem ser seus clientes. No futuro, a tendência é que o número aumente cada vez mais.

Por isso, para os que pensam em empreender no futuro, é preciso já pensar na estratégia digital antes de começar.

Se interessou? Conheça o curso de Gestão de Negócios do MBA USP/Esalq e saiba as tendências do mercado.

Leia também: Tecnologia: meu trabalho será substituído por robôs?