5 motivos para utilizar a meditação para melhorar a carreira

Falar em meditação para melhorar a carreira pode soar um pouco estranho. Mas a verdade é que algumas técnicas podem ser aplicadas para aperfeiçoar o desempenho no trabalho. Tanto que grandes empresas como Apple, Yahoo, Starbucks e Google já incentivam seus funcionários com cursos sobre o tema.

A meditação é uma forma de exercitar a consciência mesmo quando não estamos concentrados. Ela tem inúmeros benefícios que perduram, inclusive depois de termos saído do estado de atenção plena.

A técnica auxilia na redução de estresse e impede que pensamentos negativos tomem conta do nosso sistema. Por isso é altamente recomendada para que o dia comece bem e evolua de forma calma e produtiva.

A ideia da meditação é que você fique 100% concentrado no seu presente, aberto a perceber coisas novas ao seu redor, facilitando o entendimento real de contextos e perspectivas.

Os benefícios da meditação para o foco no trabalho são inúmeros. Algumas práticas de mindfulness podem ajudar em uma rotina corrida, por isso separamos cinco motivos para utilizar a meditação para melhorar a carreira.

Uma coisa de cada vez

Como estamos acostumados a ficar ligados 24 horas por dia, a possibilidade de nos distrairmos é alta. Especialmente por conta da concorrência de informações que recebemos a todo segundo.

Este cenário nos coloca constantemente em busca por algo. Fato que gera desgaste e cansaço mais intenso, mais rápido. Exercitar a consciência tranquila ajuda a evitar essas distrações. Com isso, é possível garantir alto nível de concentração também no ambiente corporativo.

Alívio do estresse

Claro que todo esse bombardeio de informações causa reações no cérebro e corpo. Assim, podemos chegar a um nível prejudicial de estresse, que afeta não só nosso trabalho, mas a carreira como um todo.

Por isso, meditar não é só sobre performance. Os exercícios de meditação aliviam o estresse e, consequentemente, previnem doenças derivadas dele, como pressão alta, insônia, depressão, ansiedade, doenças cardíacas e autoimunes, entre outras.  

Aumento da criatividade

É comum que, vivendo nesse mundo acelerado, o sentimento de vazio e solidão apareça em alguns momentos. As pessoas se sentem menos criativas e com mais dificuldade de “sair da caixa”.

Além de aplicar a meditação para melhorar a carreira, você pode utilizar as técnicas para aumentar sua criatividade em todos os tipos de tarefas. Relaxar deixa você mais criativo e meditar é um ótimo caminho para isso, porque ajuda a embarcar em um processo focado em criar, deixando de lado os pensamentos negativos.

Desenvolvimento da inteligência emocional

Desenvolver sua inteligência emocional também é um dos benefícios de utilizar a meditação para melhorar a carreira. Conter as emoções significa se frustrar e, consequentemente, desenvolver alguns tipos de doenças físicas e psicológicas.

Meditar te coloca frente a frente com seus sentimentos e sensações, auxiliando nas relações interpessoais, inclusive no trabalho.

Ser uma pessoa melhor

Com a consciência leve, proporcionada pela meditação, você tem condições de aprimorar suas habilidades sociais e demonstrar mais bondade e compaixão, especialmente no trabalho.

Com a meditação, você entende e enfrenta seus problemas, se tornando capaz de compreender as demandas do outro.

Bônus: a meditação é mesmo indicada para mim?

Ninguém melhor do que nós mesmo para identificar quais as melhores práticas para aplicar em nosso cotidiano. Uma autoavaliação sincera é o primeiro passo para saber como você está se sentindo nos últimos dias e o que é preciso para melhorar.

Se sentir que é preciso desacelerar e se conectar com a vida de uma nova forma, os métodos de meditação podem ajudar. Crie uma rotina de meditar, mesmo que por pouco tempo, todo dia, e tenha disciplina nas práticas. Aos poucos, tudo se encaixa.

As vantagens de meditar são perceptíveis tanto na sua performance do dia a dia quanto nos desenvolvimentos futuros.

E você, já usa alguma prática de meditação para melhorar a carreira? Deixe suas dicas nos comentários!

Autor (a)

Marina Petrocelli
Mais de 12 anos se passaram desde minha primeira experiência com Comunicação Social. Meus primeiros anos profissionais foram dedicados às rotinas de redações com pouca ou nenhuma relevância digital. O jornalismo plural se resumia em apurar os fatos, redigir a matéria e garantir uma foto expressiva. O primeiro sinal de mudança veio com a proposta para mudar de realidade e experimentar um formato diferente de produzir. Daí pra frente, as particularidades do universo do marketing se tornaram permanentes. Ah! Também me formei em Direito (com inscrição na OAB e tudo). Mas nem tudo se resume às minhas habilidades profissionais. Como produtora de conteúdo, me interesso por boas histórias, de pessoas reais ou em séries, filmes e livros, especialmente distopias. Gosto de montar roteiros de viagens e reconhecer estrelas e constelações em um aplicativo no celular. Museus, música e arte no geral chamam minha atenção, assim como cultura pop.

Compartilhar