5 motivos para você fazer a monografia – e por que investir tempo nisso

fazer a monografia

Fazer a monografia talvez seja uma das etapas mais trabalhosas ao cursar uma pós-graduação, no entanto é também uma das mais importantes. Muitos alunos não entendem o porquê de desenvolver uma pesquisa tão complexa “apenas” para finalizar o curso.

Fazer a monografia é muito mais do que uma obrigação. Envolve resgatar todos o conhecimento retido durante os estudos e aplicá-lo em uma pesquisa, gerando mais aprendizado. Além disso, faz com que o aluno desenvolva capacidades que vão ser importantes em outros aspectos da vida.

É óbvio, o motivo também pode ser a finalização da pós-graduação, afinal o aluno gastou muito tempo naquele curso e quer terminá-lo o quanto antes. É preciso, porém, se dedicar à monografia para extrair tudo de bom que ela pode trazer a você, como um complemento da pós, não apenas como um obstáculo na frente do diploma.

O Next separou cinco motivos para você investir seu tempo na monografia.

Aprofundar conhecimentos

Um dos motivos principais de fazer a monografia é aprofundar o conhecimento que obteve durante o curso. Quando se trata de uma pós-graduação, em que o estudo já é bem afunilado, o trabalho tende a ser muito específico e trazer uma visão ainda não explorada daquele assunto.

Fazer qualquer tipo de curso já traz conhecimento por si só. Mas a monografia é uma espécie de prova que vai definir se você realmente aprendeu o conteúdo. Se é capaz de pesquisar, analisar e reter o que foi visto, para assim colocar no papel e mostrar os resultados.

Além disso, quanto mais se pesquisa sobre o tema escolhido, mais percebe que ainda há muito a ser estudado. Isso tende a aguçar a curiosidade para aprofundar naquele tema e tornar o aluno especialista de verdade – já que é o grande objetivo da pós.

Encontrar soluções para problemas reais

O ideal para quem vai fazer a monografia é optar por um tema relacionado ao ambiente profissional. Assim, a elaboração do trabalho pode trazer soluções para os problemas reais e ultrapassar os limites do acadêmico.

A dica é, antes de definir o tema, pensar quais são as principais dificuldades do trabalho na sua empresa. Se você faz uma pós-graduação de marketing e há algum problema relacionado ao endomarketing, por exemplo, por que não fazer uma pesquisa com outras empresas e analisar essa questão?

A partir de uma pesquisa dessa natureza, será possível identificar o que precisa ser melhorado e para trazer uma solução.

Mais habilidades

Quando se trata de fazer a monografia para uma pós-graduação, muitos alunos chegam nessa etapa ainda sem saber muito bem como estruturar o trabalho. Isso porque durante a graduação não são todos os cursos que exigem um TCC (Trabalho de Conclusão de Curso) teórico. Em muitos é algo prático.

Por isso, quando há o primeiro contato com a monografia, os alunos aprendem a fazer análise de dados, pesquisar e interpretar o que foi lido e desenvolvido. Essas capacidades serão muito úteis no dia a dia do trabalho e são importantíssimas em várias áreas.

Quem faz uma monografia também acaba por adquirir a capacidade de escrever um texto mais denso e técnico. A dica para os alunos que têm dificuldade é ler trabalhos desse tipo antes de começar o próprio, para absorver o formato, linguagem e estrutura.

Capacidade de lidar com prazos

Lidar com prazos chega a ser polêmico, pois a dificuldade de muitos é conseguir cumpri-los quando estão desenvolvendo suas monografias. Isso porque, quando se trata de uma pós-graduação, alguns precisam saber lidar com, além do curso, família, trabalho e vida pessoal.

No entanto, desenvolver a capacidade de se organizar para entregar tudo nos prazos estipulados também vai refletir na vida profissional. No mercado de trabalho, em uma situação “tudo ou nada”, não há prorrogação de datas. Por isso é importante saber cumpri-las.

Mais do que isso, lidar com os prazos ao fazer a monografia também pode te ajudar com a vida pessoal. Em especial se você é daqueles que esquece até de pagar as contas do mês, talvez essa seja uma boa hora para comprar uma agenda. Além de evitar uma baita dor de cabeça com um aluguel atrasado, por exemplo, vai saber quando precisa cumprir as etapas da monografia.

A apresentação

O motivo aqui para você não desanimar e continuar a fazer a monografia é a apresentação. Todos os tipos de situações que envolvem falar em público são enriquecedoras, desde os primeiros seminários na escola ou faculdade, até um projeto no trabalho.

A regra é a mesma para a apresentação da monografia, só que ela traz sempre uma carga a mais de conhecimento e desinibição. Nesse caso, talvez seja ainda mais enriquecedor, pois você terá que defender os argumentos da sua pesquisa e mostrar por que os resultados foram aqueles. Para isso, é importante estar bem preparado.

Para saber mais sobre a apresentação, leia também Apresentação da monografia: como preparar e se preparar.