5 dicas de organização para começar a monografia da pós-graduação

monografia da pós-graduação

A monografia da pós-graduação é uma etapa um tanto quanto complicada e diversas vezes é o fator pelo qual muitos desistem ou adiam esse tipo de curso. Apesar de assustador, esse trabalho pode ser feito com tranquilidade se houver organização.

Quando chega a etapa da pós-graduação, algumas pessoas já estão casadas, com filhos e carreira consolidada. Isso quer dizer que às vezes é preciso dividir o tempo entre todas essas coisas – e ainda manter a mente saudável.

A monografia da pós-graduação pode ocupar boa parte do tempo e por isso a organização é indispensável. Pensando nisso, o Next separou 5 dicas de organização para quem ainda não conseguiu começar esse trabalho. Confira!

Escolha o tema

O primeiro passo é escolher o tema. A famosa lista de “prós x contras” entra aqui, no início do processo para começar a monografia. Nessa fase, onde tudo ainda é muito embrionário, vale separar suas opções de temas e listá-las em um papel – ou em uma planilha digital, se for de sua preferência.

Depois de listados, reveja-os e faça a lista de prós e contras. A intenção é justamente saber as dificuldades que você poderá enfrentar no processo e tudo que vai envolver pesquisar sobre aquele tema.

A ideia aqui não é seguir pelo caminho mais fácil, também é preciso considerar o que trará mais satisfação pessoal e o que pode ser mais útil na sua carreira. No fim, talvez você tenha eliminado alguns dos temas e fique mais fácil decidir entre os que sobraram.

A partir daí, comece a segmentar. Na monografia, o ideal é que o assunto abordado não seja generalista. É preciso especificar o que exatamente vai ser falado dentro daquele nicho. Quando mais detalhado, melhor. E então, converse com seu orientador para se organizarem na pesquisa e no que vai precisar ser feito ao longo do trabalho.

Priorize

Você já sabe o tema e o viés que pretende abordar em sua monografia? Agora é hora de priorizar. Escolher o assunto, muitas vezes, gera mais empolgação do que de fato produzir o trabalho. Por isso, muitas pessoas param nessa fase e não conseguem colocar a ideia no papel.

Você deve organizar sua vida além da pós-graduação para dar conta de fazer tudo. Crie uma rotina. Se você tem uma família, deixe claro a seu cônjuge, filhos, pais ou outros familiares que vai precisar se ausentar por algum tempo, que não vai estar tão disponível e que conta com o apoio deles.

Também avise seus amigos mais próximos que talvez precise declinar alguns passeios pelo período de produção do seu trabalho. A partir daí todos saberão que sua ausência é justificada e provavelmente o “peso” por não conseguir dar tanta atenção vai diminuir.

Estipule prazos

Ter prazos parece algo chato e cansativo. De fato, a cobrança não é algo prazeroso, no entanto, muitas vezes é necessária. Apesar de ser algo comum a ambientes corporativos, é importante que você estipule seus próprios prazos – principalmente quando se trata de projetos pessoais importantes, como a monografia da pós-graduação.

Determine prazo para início e término da pesquisa que antecede o trabalho, da elaboração dos elementos pré-textuais, do conteúdo e das considerações. Essas datas poderão alterar durante a produção, mas o ideal é que siga a maior parte do tempo com base nelas. Uma dica é usar aplicativos, como o Trello, para se organizar com isso.

É claro que não adianta colocar prazos e não cumprir. É preciso ter uma auto cobrança. Assim, provavelmente você vai conseguir seguir na meta inicial e terminar a monografia a tempo. Nesse período, é importante também contar com a ajuda de seu orientador, que vai te auxiliar nas dificuldades.

Tenha listas

Depois de escolher o tema, avisar todo mundo que vai estar “off” por um tempo e estipular prazos, é preciso listar o que será feito em cada etapa. Aqui, a dica é pegar cada item do tópico anterior e fazer uma checklist.

Por exemplo, se você estipulou que a pesquisa do tema deverá ser feita em duas semanas, pegue caneta e papel e anote tudo que precisará ser buscado. Inclua as plataformas que serão utilizadas e todos os detalhes. Com isso, quando a hora de produção chegar, ficará fácil identificar as atividades.

Essa etapa é opcional, claro, mas ajuda muito a não ter aquela sensação de “o que eu faço agora?”. É um importante guia, principalmente para aqueles alunos que nunca precisaram produzir uma monografia antes, e auxilia a não “travar” em nenhuma etapa.

Supere o medo e vá fundo!

Se você leu e absorveu tudo até aqui, agora é a hora de “botar a mão na massa”. Siga seu planejamento e vá fundo. Não tenha receio de errar, seu orientador deve ser o suporte para esse tipo de coisa. É preciso superar o medo e tentar.

Tenha em mente que essa fase é temporária e o certificado da pós-graduação valerá todo o tempo e esforço investidos. Depois, sua rotina voltará ao normal. Não desanime!

Gostou? Leia também “Como não se sabotar para entregar a monografia a tempo”.