Conheça as lições de liderança do técnico Tite na Seleção Brasileira

A Copa do Mundo tem início hoje e a atenção de mais de 200 milhões de brasileiros serão voltadas para o grupo liderado por Tite, o técnico da Seleção Brasileira de Futebol. No comando desde junho de 2016, Tite pegou uma seleção desacreditada (como esquecer o 7X1 da última Copa do Mundo) e desmotivada. E o que ele fez frente a esse desafio? “Seus resultados são notáveis, e acredito que isso tenha relação com liderança”, afirma o especialista em liderança e motivação Newton Ferreira, professor dos MBAs USP/Esalq. Tite tem um estilo bem definido de liderança, um exemplo dentro e fora do campo que pode ser seguido. Saiba por quê. • Resiliência: Tite atuou como jogador de futebol em times como Caxias, Portuguesa e Guarany, mas foi obrigado a encerrar prematuramente a sua carreira, com apenas 28 anos de idade, devido a uma série de lesões nos joelhos. Ele poderia ter seguido carreira como educador físico, mas não desistiu do futebol.   • Credibilidade: Tite tem uma carreira ascendente e vitoriosa como técnico, tendo inclusive se preparado para tanto através de cursos e eventos específicos. “Esse preparo e trajetória lhe conferem credibilidade, essencial para uma liderança eficaz”, ressalta Ferreira. Tal credibilidade levou-o ao auge de sua carreira.   • Comunicação: Além do preparo intelectual, o treinador fala bem a língua de sua equipe e passa as instruções de um modo que faz os atletas se conectar com sua filosofia de trabalho. “O Tite parece saber conversar com os atletas e inspirá-los a dar o seu melhor. Na sua maioria, são ´estrelas´ consagradas e precisam ser habilmente motivadas”.   • Formação de equipe: Tite sabe definir os papéis da cada um em prol da equipe, que deve ser mais valorizada do que indivíduos. “Baseados em recentes eventos (alguns catastróficos) que envolvem a Seleção, percebe-se que reunir um monte de craques não garante uma equipe coesa e comprometida”, completa. Uma das iniciativas mais elogiadas do técnico é o rodízio de capitães nos jogos.   • Superação e ânimo: O técnico Tite iniciou o trabalho com uma equipe abatida e desacreditada. “Seguramente, ele soube estimular nesses atletas uma boa disposição para superarem os problemas e se encorajarem com um novo ânimo, necessário para a notável virada nos resultados”.   Gostou das lições de liderança do técnico Tite? Tem mais dicas de como saber se estou preparado para o cargo de liderança no Next. Acompanhe! 😉

Autor (a)

Compartilhar