Como aproveitar a Copa do Mundo para alavancar negócios

A Copa do Mundo começa na próxima quinta-feira. O torneio, que envolve seleções de 32 países e tem duração de um mês, atrai a atenção de milhares de torcedores e pode ser uma ótima oportunidade para rentabilizar negócios, principalmente os relacionados a brindes e alimentação, como bares e restaurante. “Sem dúvidas, alguns segmentos da economia tendem a ter maior sinergia perante o maior evento internacional do futebol. Os setores de comércio varejista, como roupas e acessórios, de prestação de serviços, como entretenimento musical e decoradores para espaços ou vitrines, e, principalmente, o segmento de gastronomia (Alimentação Fora do Lar) tendem a ter no mundial de futebol uma boa oportunidade de ampliar seus negócios”, comenta Jardel Busarello, gerente regional do Sebrae em Piracicaba. Ele reforça que é importante traçar estratégias pensando tanto no perfil da empresa quanto nos resultados esperados. Mesmo as empresas que não são naturalmente beneficiadas pela competição podem tirar proveito desse período. Confira algumas dicas do Sebrae para aproveitar a Copa do Mundo no seu negócio:  

Estoque adequado

Um bom planejamento começa já na aquisição do estoque para a temporada de jogos, ressalta Jardel. “A compra deve ser bem programada e realizada com antecedência”, afirma.

  • Utilize dados históricos de datas especiais e também sazonais (como carnaval, Dia das Mães, Natal, etc) para evitar compras indevidas;
  • Contate fornecedores para fazer brindes – isso possibilita lucros e agrada aos clientes;
  • Uma vez definidos os produtos que serão comprados, antecipe-se com seu fornecedor, pois ele receberá vários pedidos similares. Quem chega antes consegue negociar melhor os valores. É a lei da oferta e procura.

 

Decoração

Investir na decoração é sempre uma boa pedida, mas é preciso se atentar a detalhes importantes:

  • Pense em todas as seleções na hora da decoração, orienta Jardel. “É certo que os jogos do Brasil serão o ponto alto da competição quanto a público, porém há diversos jogos que o empresário pode investir e criar promoções e eventos temáticos”, orienta o gerente regional;
  • Defina os vários objetos que podem compor a sua vitrine: bandeiras, uniformes, distintivos, flâmulas, taças, bola oficial das Copas, bottons e pins, por exemplo;
  • Os funcionários podem usar lenços, aventais e camisetas nas cores das seleções que jogam em cada dia ou então somente da seleção brasileira.

 

Equipe

Preparação da equipe é fundamental, orienta Jardel. Caso seja necessário reforçar sua equipe de vendas, cuidado com alguns pontos importantes:

  • Contrate com profissionalismo, sem cometer falhas como admitir funcionários inexperientes poucos dias antes de promoções e jogos importantes com intuito de economizar salário. “Essa estratégia pode custar caro a seus resultados”, diz Jardel;
  • Selecione sua equipe extra com antecedência e aplique seu próprio treinamento, evitando incorporar à rotina vícios da concorrência;
  • Selecione profissionais com facilidade de integração. “Quem não se relaciona bem, desestabiliza a equipe”, cita.

 

Motivação do time

Estimular essa equipe para vender mais durante a Copa do Mundo de futebol também é uma ótima estratégia:

  • Além das comissões habituais, estabeleça prêmios para metas em grupo, o que estimula que todos se ajudem durante o trabalho
  • Para uma atitude correta perante os clientes, mantenha vendedores mais seguros e experientes à frente. “Isso evita situações do tipo: vou consultar o gerente”;
  • Bom atendimento significa gentileza, paciência, interesse e bom conhecimento dos produtos.

 

Estratégias de divulgação

E por fim, você precisa chegar onde seu cliente está. Ou seja, uma boa estratégia de divulgação é primordial para o sucesso de sua empresa na Copa:

  • Utilize os meios de comunicação mais acessados pelo seu público! Uma excelente promoção poderá não ter sucesso por falhas na comunicação. “Escolha os meios de divulgação de interesse do seu público, não da sua preferência”, orienta Jardel.
  • Não defina divulgação pelo preço. Se você não atingir seu público-alvo, o barato sairá muito caro;
  • Não ignore as redes sociais, pois são os meios de comunicação em evidência;
  • A propaganda continua sendo a “alma do negócio”, portanto, convém separar uma verba para essa finalidade, principalmente para divulgar as ofertas.

  Qual a sua expectativa em negócios na Copa do Mundo? Compartilhe suas ideias! 😊  

Autor (a)

Compartilhar