Qual a diferença entre MBA, mestrado e doutorado?

noname

Diploma na mão. A tendência é buscar uma pós-graduação que complemente a formação e alavanque a carreira, correto?

E afinal, qual a diferença entre MBA, especialização, mestrado e doutorado?

Todos os cursos realizados depois da graduação são considerados ‘pós-graduação’. O que muda é o foco das aulas e o objetivo do aluno.

No Brasil, existem os cursos Lato sensu, chamados de cursos de especialização ou MBAs e os Stricto sensu, que são os mestrados e doutorados.

Confira as especificações de cada um e entenda melhor como eles podem contribuir para alavancar a sua carreira:

Especialização/MBA

De acordo com a sigla em inglês, MBA quer dizer Master Business Administration. Normalmente, esse tipo de curso é voltado para o segmento de gestão, negócios e empresas, direcionado para profissionais que querem se preparar para serem líderes ou gestores. Um dos grandes diferenciais do MBA é a construção de uma rede de contatos que pode abrir portas e gerar novas oportunidades de negócios.

Para o professor João Carlos Boyadjian, docente no MBA em Gestão de Projetos USP/ESALQ, “um MBA alavanca a carreira porque o aluno estuda o conjunto de informações estratégicas ligadas ao operacional. O curso permite aperfeiçoar essas práticas e aplicá-las à rotina operacional”.

Mestrado e Doutorado

Esses dois tipos de pós-graduação são classificados como Stricto sensu e são indicados para quem deseja se aprofundar em pesquisas e desenvolver conhecimento. Eles exigem mais tempo de dedicação e são voltados para quem deseja trabalhar com pesquisa ou lecionar.

Mestrado Profissional

Segundo a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), “mestrado profissional é uma modalidade de pós-graduação Stricto sensu voltada para a capacitação de profissionais, nas diversas áreas do conhecimento, mediante o estudo de técnicas, processos, ou temáticas que atendam a alguma demanda do mercado de trabalho”.

Uma parcela do quadro docente deve ser constituída de profissionais reconhecidos em suas áreas de conhecimento. O trabalho final do curso deve ser vinculado a problemas reais da área de atuação do aluno.

Conheça os MBAs USP/Esalq aqui.