Onde está a Internet das Coisas?

drones

A Internet das Coisas (em inglês, a sigla é IoT) é um conjunto de tecnologias que devem permitir a comunicação e o compartilhamento de dados entre “coisas” (sensores, carros, eletrodomésticos, dispositivos vestíveis, etc), de modo pervasivo, ou seja, sem que haja a interferência do ser humano e sem a sua percepção. Essa comunicação, baseada em Internet, visa atender a objetivos diversos, dependendo do meio em que ela se dá.

Ainda não é possível afirmar que a IoT está presente em todos os setores da sociedade, mas certamente não estamos longe disso.

Professores da USP e especialistas no tema, os orientadores dos MBAs USP/Esalq Renata Maré e Osvaldo Gogliano Sobrinho mostram soluções que já estão em operação ao redor do mundo (inclusive no Brasil), ou em fase de testes para lançamento em um futuro próximo (em torno de 5 anos).

>> Saúde: um dispositivo capaz de medir parâmetros cardíacos de um paciente crítico em sua casa pode se comunicar, dentro de uma certa periodicidade, com o celular do seu cardiologista, provido de um aplicativo capaz de fazer o seu monitoramento remoto. Em caso de anomalias, o aplicativo poderá disparar um alarme para o médico, para o envio de uma ambulância à residência do paciente e para um parente próximo. Em outro exemplo, geladeiras em farmácias hospitalares podem realizar o seu próprio inventário, detectando o momento de enviar pedidos às indústrias farmacêuticas pertinentes, evitando a falta ou o excesso de insumos, e sem a intervenção humana.

>> Agronegócio: mini estações meteorológicas e sensores podem monitorar, em tempo real, as condições climáticas, do solo e da produção, indicando ao agricultor quando e quanto irrigar cada setor da área cultivada. Um drone pode sobrevoar uma área, escanear o seu perfil e coletar dados que deem indícios de pragas, orientando o agricultor em suas ações.

>> Transportes: um semáforo inteligente pode detectar a aproximação de uma ambulância e, comunicando-se com outros ao seu redor, estabelecer condições no tráfego que permitam a sua passagem prioritária, de forma organizada e segura. Veículos autônomos serão capazes de conversar com dispositivos instalados nas vias, que os orientarão em relação a eventos indesejados em seu caminho (enchentes, acidentes, passeatas, etc), traçando as melhores rotas ou mesmo em relação à aproximação de pessoas, animais e outros veículos, de forma a manterem uma distância segura entre si, independente das suas velocidades e das condições de contorno.

>> Indústria: máquinas podem transmitir em caráter preventivo aos celulares de encarregados pela manutenção ou a uma central de controle dados sobre parâmetros que indiquem fadiga de materiais, falta de combustível, oscilações na rede elétrica ou outros problemas que possam vir a causar a paralisação na produção. Os dispositivos receptores, providos de softwares capazes de analisar estes dados, poderão gerar alarmes aos responsáveis, acionar equipes técnicas locais ou remotas, ou mesmo gerar pedidos de compra ou baixa em estoque de peças de reposição.

>> Logística: caminhões frigoríficos que transportam insumos perecíveis (alimentos, remédios, etc), uma vez providos de sensores que indiquem as condições internas do baú, podem alimentar a rastreabilidade da cadeia de suprimentos, enviando dados em tempo real das condições de transporte a uma central, diretamente ao sistema de refrigeração, calibrando as condições de temperatura e umidade de modo a preservar a qualidade da carga, ou mesmo alarmes ao motorista em caso de problemas mais graves. Operação similar pode se dar em contêineres, inclusive em navios.

Eventos sobre IoT no Brasil

Criado há mais de 5 anos, o Fórum Brasileiro de Internet das Coisas vem disseminando o conceito de IoT à sociedade brasileira por meio de eventos diversos: seminários, workshops. O Fórum é formado por um grupo de pessoas atuantes no mercado de TI&C há muitos anos, em indústrias, associações setoriais, governo, academia e mídia.

Neste ano, o Congresso Brasileiro e Latino-americano de IoT, com feira paralela, acontece nos dias 12 e 13 de setembro, em São Paulo. Mais informações em http://congressoiot.com.br/