5 tendências do mercado de consumo

varejo

Os varejistas devem ficar de olho nas tendências no mercado de consumo para este ano. O coordenador do MBA Varejo e Mercado de Consumo USP/Esalq, prof. Marcos Luppe, elencou as cinco principais tendências: customização, integração de canais, experiência de compra, internet das coisas e varejo alimentar saudável.

  • Customização. As ações de marketing estão cada vez mais customizadas, ou seja, as empresas estão falando diretamente com quem tem interesse em seu produto. “Com o crescimento do comércio eletrônico e o acesso a rede de dados como o Big Data, as empresas passaram a direcionar suas ações. Por exemplo, você faz uma pesquisa de preços de TV no site das Casas Bahia. Depois disso, você passa a receber ofertas de TV em seu email, Facebook. É o rastreio de dados que levam a isso”, diz.
  • Integração de canais. Hoje em dia, muitas redes varejistas têm lojas físicas e e-commerce. Mas a integração desses canais de venda ainda não é uma realidade. “Alguns sites de redes varejistas já oferecem a retirada do produto na loja física para evitar o pagamento do frete, como C&A e Magazine Luiza. Nos EUA e Europa, as lojas têm totens para o consumidor fazer a compra pelo site da empresa, caso não encontre o que procura na loja física. O objetivo dessa integração de canais é a conveniência para o consumidor”, afirma.
  • Experiência de compra. Se o maior estresse para o consumidor são as filas, o varejista precisa encontrar alternativas como o próprio e-commerce. A melhor experiência de compra é o que conquista o consumidor. “A loja física vai continuar existindo, mas o varejista precisa oferecer uma experiência diferenciada para o cliente”.
  • Internet das coisas. Realidade aumentada. Aplicativos com geolocalização. “Com o avanço das tecnologias, vamos ter, em um futuro muito próximo, uma TV que permitirá que o consumidor faça compras por ela e um relógio conectado à internet”, relata.
  • Varejo alimentar saudável. Começou como modismo, mas logo virou tendência. Os alimentos com menos gordura, sódio e sem glúten ganharam mercado e são uma aposta certa para o varejo alimentar. “Com o envelhecimento da população, a preocupação com uma alimentação saudável aumentou. Muitas franquias e negócios em casa, que oferecem comidas saudáveis, estão surgindo”.

Quer saber mais detalhes dessas tendências e outras informações sobre o mercado de consumo? A primeira turma do MBA USP/Esalq em Varejo e Mercado de Consumo tem início neste semestre. Inscrições aqui.